Meta Volante em Homenagem a Rui Duro

Por iniciativa da União das Freguesias de Miragaia e Marteleira, há uma homenagem póstuma ao ciclista lourinhanense Rui Duro, vencedor desta prova desportiva em 1989.

A segunda etapa da 46.ª edição do Grande Prémio Internacional de Torres Vedras – Troféu Joaquim Agostinho, que liga Serra D’El Rei a Torres Vedras, passa pelo concelho da Lourinhã. Com uma extensão de 143,7 km, a partida está prevista para as 12h15 na vila penichense e a chegada à cidade torriense às 15h45.

Com partida junto à placa do aeródromo, o pelotão passará por Ferrel e Serra D’El Rei antes de cruzar a meta volante instalada na Atouguia da Baleia, seguindo por Casal Veríssimo e é esperado às 13h01 em Zambujeira do Mar. A passagem pela Lourinhã ocorrerá entre as 13h04 e 13h07, dependendo da velocidade dos corredores, seguindo para Casal Novo (13h09), Praia de Porto Dinheiro (13h14), Ribamar (13h16), onde está instalada uma meta volante, Casais de Santa Bárbara (13h19) e Marteleira (13h27), onde há outra meta volante, onde haverá a referida homenagem.

O pelotão passa depois por Ribeira de Palheiros (13h34), Campelos (13h37) onde está instalada mais uma meta volante, Sobreiro Curvo, Póvoa de Penafirme, Brejenjas, Santa Cruz, Avenida Atlântica, aeródromo, Silveira, Casalinhos de Alfaiata, Ponte de Rol e Torres Vedras. Antes da meta final há um circuito traçado em torno da cidade que levará os ciclistas ao Varatojo, Ventosa, Serra da Vila e são esperados entre as 15h45 e 16h05 na meta final.

Na tirada de hoje de 143,7 quilómetros, os últimos 50 são disputados no circuito torriense que inclui as subidas do Varatojo e da Serra da Vila. A corrida termina à quarta passagem pela meta.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *